Firefox mais rápido

Firefox muito mais rápido

No desenvolvimento e criação de sites, existe algo a que chamamos cross-platform testing ou em Português, testes Multiplataforma. Foi quando encontrámos um Firefox mais rápido!

Hoje sem ser exceção ao executar os nossos testes, notámos que o navegador Firefox, da Mozilla, pareceu especialmente mais rápido, e foi após uma pesquisa na net que descobrimos que uma série de melhorias tinham sido implementadas neste navegador.

A comunidade Mozilla passou o Firefox a pente fino para identificar as áreas onde o navegador poderia acelerar e carregar páginas da web mais rapidamente. Casos específicos com melhorias diretas são os scripts para Instagram, Amazon e Google que carregam entre 40 a 80 por cento mais depressa, e outras áreas como os módulos de preenchimento automático que passam a não ser carregados, a menos que haja um formulário real na página em questão.

Juntando a essas mudanças, a Mozilla também começou a suspender as guias (tabs) inativas no Firefox se tiver apenas 400 MB de RAM disponíveis no sistema. Esta função é suposta melhorar o desempenho de múltiplas guias em sistemas com pouca memória RAM, e isso significa que as guias não utilizadas serão suspensas até que você as clique novamente para as re-ativar.

O Firefox também se tornou mais rápido ao abrir pela primeira vez para aqueles que têm extensões instaladas. “Fizemos isto de modo a que o Firefox pule um monte de trabalho desnecessário durante os próximos arranques”, explica Marissa Wood, vice-presidente da gestão de produtos do Firefox.

Embora essas mudanças ajudem o Firefox a competir melhor com o Chrome, a Mozilla também aprimorou os controles e proteções de privacidade no Firefox com as atualizações mais recentes.

Agora pode-se bloquear scripts criptométricos que tentem usar o CPU do seu computador para gerar criptomoeda.

As pegadas digitais também passam a poder ser bloqueadas de modo a impedir que os anúncios sigam o utilizador on-line.

Todas estas melhorias de desempenho, adições de privacidade e muito mais passaram a estar disponíveis desde o lançamento do Firefox 67. Para descarregar e começar a usar a mais última versão do Firefox, clique aqui.

Anterior Próximo